Seguro Obrigatório: além do tombo, o coice

Renovar o seguro do automóvel é uma medida prudente para evitar eventuais prejuízos causados por acidentes e roubo, mas é necessário tomar algumas precauções para que o processo transcorra da forma adequada.

IPVA 2019

Os seguros de carro normalmente são renovados a cada período de seis ou doze meses, aspecto que tem a finalidade de equalizar o valor da apólice em relação a novos fatos, relacionados com o consumidor ou com o mercado, que impliquem alterações nos valores.

Além do seguro do veículo, existe ainda o Seguro DPVAT, um imposto cobrado a todos que possuem automóveis, sendo esse utilizado em casos de acidente de trânsito, para cobrir as despesas médicas do acidentado.

Geralmente, as seguradoras avisam ao segurado, diretamente ou por meio do corretor, quando chega o momento de fazer a renovação do seguro. Entretanto, é importante estar atento à data de vencimento para que não correr o risco de perder a cobertura no período entre o término da validade de uma apólice e a emissão de outra.

Outra providência essencial, mas que frequentemente é negligenciada pelo consumidor, diz respeito à atualização dos dados cadastrais e ao perfil do segurado. Os dados cadastrais estão relacionados com a documentação pessoal e do carro, assim como o endereço e formas de contato.

As alterações no perfil estão ligadas a aspectos como onde o veículo permanece guardado (em uma garagem, na rua, em um estacionamento, etc.), alterações importantes que o carro venha a sofrer (acréscimo de um kit gás, por exemplo) assim como novos condutores (esposa, filhos e qualquer outra pessoa que faça uso do automóvel). Dados desatualizados podem resultar em problemas no momento de acionar o seguro ou requerer uma indenização.

Se você reside em Minas Gerais, deve ficar atento ao prazo de pagamento do DPVAT 2019 MG, o qual deve estar sempre em dia para que você tenha direito.

No momento da renovação de seguro, o consumidor também deve ficar atento à franquia, selecionando a opção mais adequada às suas necessidades. As seguradoras normalmente oferecem três opções: franquia padrão, reduzida e facultativa.

A franquia padrão é o tipo mais comum e estabelece um valor que tem que ser pago pelo segurado no caso de danos previstos no contrato, normalmente batidas causadas pelo próprio condutor. A opção de franquia reduzida prevê o pagamento de um valor menor nessa mesma situação, mas em contrapartida, o valor total do seguro é maior. O modelo facultativo torna o seguro mais barato, mas faz com que o valor da franquia seja maior em relação às outras duas opções.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *